Dificuldades orçamentárias da UnB serão discutidas em audiência na sexta-feira

0
917

As restrições orçamentárias por que passa a Universidade de Brasília (UnB) serão tema de audiência pública da Comissão Senado do Futuro (CSF). O deficit nas contas esperado para 2018, de acordo com a universidade, é de R$ 92,3 milhões. A possibilidade de demissões já resultou em greve de terceirizados e na ocupação da reitoria por alunos da instituição. A audiência está marcada para sexta-feira (4), às 14h30.

Em carta recente à comunidade, a reitoria da UnB, Márcia Abrahão Moura, alega que reduções orçamentárias estão sendo impostas às universidades públicas federais em geral e à Universidade de Brasília. O Ministério da Educação (MEC), por sua vez, alega que não houve cortes em 2018 e que o orçamento da UnB para este ano é maior do que o de 2017.

No requerimento para a audiência, o presidente da comissão, senador Hélio José (Pros-DF), afirmou que as restrições podem comprometer a prestação de serviços à comunidade, a qualidade dos cursos oferecidos e a manutenção de pesquisas científicas.

Convidados

Além da reitora da universidade, foram convidados representantes do Ministério da Educação, da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência, do Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior (Andes-SN), da Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior, das associações dos docentes e dos servidores da UnB, dos centros acadêmicos e do Comitê em Defesa da UnB.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA