Senador Hélio José (PMDB-DF) cobrará explicações do GDF por contratação de Organizações Sociais

0
813

O senador  Hélio José (PMDB-DF) vê com preocupação a movimentação por parte do Governo do Distrito Federal (GDF) no sentido de contratar Organizações Sociais (OSs) para administrar unidades de Saúde do DF. O Parlamentar acredita que essas contratações são evitáveis, relembra escândalos de OSs que comprometeram o atendimento à população e avisa que cobrará explicações ao governo.

Para o senador, a instituição das OSs no DF pode “voltar a ser” prejudicial à população do DF: “Essa questão de OS é para prejudicar os trabalhadores da saúde e o atendimento à saúde no DF. Organização Social em área complementar é uma coisa. Agora, nós não temos condições de ser coniventes com OS para atendimento primário. ”, afirmou Hélio José.

Hélio José falou sobre uma denúncia recebida por parte da direção do Sindicato dos Auxiliares e Técnicos em Enfermagem do DF (Sindate-DF), durante a realização da audiência pública para tratar da Atenção Primária na Saúde Pública do DF (23/Jun).

De acordo com o parlamentar, o vice-presidente do Sindate-DF, Jorge Vianna, apresentou uma Nota Técnica, parte de um estudo da Secretaria de Estado de Saúde do DF (SES-DF), que demonstra a possibilidade de a SES-DF aumentar a capacidade de atendimento de 2 mil novos servidores.

Segundo Hélio José: “A própria Secretaria de Saúde deixa claro que há a possibilidade de aumentar a força de trabalho, sem aumentar o custo com pessoal. Inclusive esse estudo apresenta uma segunda opção, de aumentar a concessão de jornada de trabalho de 40 horas para 800 servidores ativos e nomear outros 1200. Logo isso não justifica o GDF ignorar o próprio estudo para contratar OSs.”, disse ao observar que a quantidade de pessoas, permite estruturar toda atenção primária da SES-DF.

Contrassenso

O peemedebista considera um contrassenso a mudança de opinião do governador, Rodrigo Rollemberg (PSB), quando deputado distrital (2008), em que era totalmente contrário às OSs e atualmente defende esse modelo de gestão para a Saúde do DF. “É preocupante ter um governador, que condenava as OSs quando era deputado distrital depois do escândalo da Real Sociedade Espanhola de Beneficência na gestão do Hospital Regional de Santa Maria, querer, enquanto governador, impor as OSS à população do Distrito Federal.”, afirmou.

Pedido de explicações

Hélio José afirmou que está providenciando um Requerimento de Informações, a ser encaminhado ao GDF, para cobrar explicações do governo além de querer provocar também o Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT), sobre o que considera “mais uma demonstração de falta de gestão por parte da Secretaria de Saúde, do governo Rollemberg.”.

Fonte: Ascom Hélio José

Foto: Geolando Gomes

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA