Hélio José contesta avaliação do MP sobre desvio de função na saúde do DF

0
295

O senador Hélio José (PSD-DF) lamentou decisão do Ministério Público que alega desvio de função por servidores do Governo do Distrito Federal (GDF) cedidos à Faculdade de Medicina local, a Fepesc.

Hélio José disse que a decisão ameaça o futuro da faculdade mantida pelo GDF, além da formação de médicos e enfermeiros. Segundo ele, a assistência ambulatorial e hospitalar do Distrito Federal enfrenta problemas graves, como a ausência de profissionais de saúde e equipamentos, prejudicando o atendimento à população.

De acordo com Hélio José, o número de leitos em UTIs no Distrito Federal é insuficiente, com 354 em funcionamento, quando seriam necessários 700. O senador contou ainda que, na semana passada, a Secretaria de Saúde do GDF orientou o Centro de Saúde de Taguatinga a adiar exames laboratoriais, incluindo aqueles marcados anteriormente.

— Sei que o Ministério Público está preocupado em manter o percentual mínimo de profissionais de saúde no atendimento à população. Mas é importante não cedermos ao imediatismo e à improvisação. A emenda nesses casos costuma sair pior do que o soneto. E eu receio que esse seja agora rigorosamente o caso.

Fonte: Agência Senado

Foto: Jefferson Rudy

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA