Hélio José debate a saúde primária do Distrito Federal na CDH

0
668

O senador Hélio José (PMDB-DF) promoveu nesta quinta-feira (23) na Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH) uma audiência pública interativa que debateu os desafios da saúde primária no Distrito Federal (DF) e no Brasil.

Requerente desta audiência o senador presidiu a sessão e enfatizou que atenção primária é a porta de entrada de pacientes com problemas de saúde. Na visão de Hélio José, muitos casos que chegam aos hospitais públicos do DF poderiam ser resolvidos nos postos de saúde. Ele enfatizou que o primeiro contato da população com o sistema de saúde, deveria resolver a maioria dos problemas da população.

A audiência pública fez uma abordagem e propôs uma compreensão sobre cuidados fundamentais que deveriam ser garantidos a todas as pessoas, como primeiro momento do processo de atenção à saúde, cuja apreensão ultrapassaria os limites deste setor, na medida em que tais métodos e tecnologias seriam implementadas por meio dos serviços de proteção, prevenção e reabilitação, e níveis de atenção que demandam dos vários setores sociais.

Participaram do encontro o Presidente do Conselho de Saúde do DF, Helvécio Ferreira da Silva; o vice-presidente do Sindicato dos auxiliares e Técnicos de Enfermagem – SINDATE, Jorge Viana; a presidente do sindicato dos enfermeiros do DF, Deyse Amarílio Donetts, a coordenadora geral de Gestão da Atenção Básica do Ministério da Saúde, Mônica Cruz; o representante do Sindicato dos médicos do DF, Carlos Fernando e o representante da secretária de Saúde do DF, Marcus Quito.

A atenção primária é uma das diretrizes constitucionais do Sistema Único de Saúde e diz respeito às ações de prevenção. Entre as ações previstas, estão imunização, prevenção e controle de doenças endêmicas, fornecimento de medicamentos essenciais e atenção para a saúde materna e infantil.

O senador destacou que a atenção primária não recebe a devida importância quando se trata de recursos orçamentários e prioridade de investimentos.

“É necessário evitar que as pessoas possam superlotar as filas de pronto-socorro. Os recursos são necessários para que o estado possa oferecer o primeiro atendimento com qualidade, além de economizar e evitar que muitas mortes aconteçam. Isso tudo é saúde primária. É por isso que ela é tão importante”, disse o senador.

 Hélio José, propôs fazer um seminário para tratar os desafios da saúde no Distrito Federal.

Foto: Geolando Gomes

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA