Hélio José homenageia Francisco Ozanan, considerado ‘O Jardineiro de Brasília’

0
532

A morte do engenheiro agrônomo Francisco Ozanan Correia Coelho de Alencar, no domingo (15) foi registrada pelo senador Hélio José (PMDB-DF) em pronunciamento em Plenário nesta terça-feira (17). O senador contou que Ozanan era conhecido como “O Jardineiro de Brasília” e foi responsável pelo plantio de mais da metade das 4 milhões de árvores da capital do país, considerada uma das cidades mais arborizadas do mundo.

Cearense da cidade de Barbalha, Ozanan morreu aos 72 anos, vítima de um infarto fulminante enquanto dormia. Era servidor aposentado da Companhia Urbanizadora da Nova Capital do Brasil (Novacap), onde atuou por 40 anos no Departamento de Parques e Jardins. Hélio José elogiou a iniciativa do governador Rodrigo Rollemberg de decretar luto por três dias pela morte do engenheiro e citou o livro Arborização Urbana no Distrito Federal, organizado por ele e publicado em parceria com o Programa Senado Verde.

— Ozanan teve um papel especial na construção da paisagem recheada de verdes da capital do nosso país. Nosso ar é melhor, nosso clima é mais saudável, devido à sua dedicação. Que cada um de nós se inspire em Ozanan, em seu amor a uma causa, em seu respeito ao meio ambiente. São mais que merecidas as homenagens — declarou.

Fonte: Agência Senado
Foto: Moreira Mariz

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA