Hélio José participa de debate sobre Consórcio Interestadual de Desenvolvimento do Brasil Central

0
526

A audiência pública da Comissão de Desenvolvimento Regional e Turismo (CDR) teve a participação do senador Hélio José (PSD-DF) nesta quarta-feira (11). O encontro debateu a formação do Consórcio Interestadual de Desenvolvimento do Brasil Central que é um bloco econômico formado pelos estados do Centro Oeste, mais o Distrito Federal.  A CDR recebeu além dos secretários de Planejamento e Procuradores-Gerais dos Estados o governador do DF, Rodrigo Rollemberg (PSB); do Goiás-GO, Marconi Perillo (PSDB); Mato Grosso-MT, Pedro Taques (PDT); Mato Grosso do Sul-MS, Reinaldo Azambuja (PSDB), além dos governadores de Rondônia e Tocantins, Confúcio Moura (PMDB – RO) e Marcelo Miranda (PMDB-TO).

Para debater o Consórcio Interestadual de Desenvolvimento do Brasil Central, foram aprovados antes pela comissão, três emendas ao Plano Plurianual (PPA) de 2016-2019.  Na pauta, o recém-criado “Consórcio” formalizaram e pautaram oito setores: agropecuária, educação, empreendedorismo, energia, industrialização, inovação, infraestrutura e logística.

Entre as carteiras de projetos foram apresentadas e discutidos na audiência todas os setores citados, já a questão da Infraestrutura e energia foram defendidos por Hélio José. Para ele, o caminho para o desenvolvimento é a infraestrutura. “Investir neste setor é importante e fundamental. A solução dos problemas de infraestrura em um país é condição necessária para melhoria do bem-estar da população, pois permite que todos tenham acesso a serviços básicos como eletricidade, comunicação, saneamento entre outros, disse o senador”. Além disso, Hélio José ressalta que investir em melhorias na infraestrura do país significa redução de custos, aumento de produtividade e qualidade de bens e serviços da estrutura produtiva o que consolida a integração regional”, conclui.

Apresentado na forma de autarquia, o consórcio propõe ser um modelo institucional de cooperação Interfederativa, por meio do qual serão implementadas ações para o desenvolvimento social e econômico dos estados envolvidos. A cooperação entre os governadores visa aumentar a competitividade dos estados e do DF em importantes setores da economia.

Ficou definido que o consórcio Interestadual de Desenvolvimento do Brasil Central terá um Conselho Consultivo. Cada governador indicará um secretário para representar o Estado.

Finalizando, a anuência do bloco, o ex-ministro da Secretaria de Assuntos Estratégicos (SAE) Mangabeira Unger foi convidado para ser o presidente do Conselho Consultivo.

Fotos: Geolando Gomes

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA