Hélio José propõe sessão especial para comemorar os 120 anos da Amizade Brasil-Japão

0
806

O Senado Federal realizou na manhã desta quinta-feira (12), sessão especial em homenagem aos 120 anos das relações diplomáticas entre o Brasil e Japão, requerida pelo senador Hélio José (PSD-DF).

O marco das relações entre os dois países foi estabelecido em 5 de novembro de 1895, quando os governos do Brasil e do Japão firmavam o Tratado de Amizade, de Comércio e de Navegação. Treze anos depois, chegavam as primeiras 165 famílias japonesas, no navio Kasato-Maru, no porto de Santos, após 52 dias de viagem.

No Japão, está a terceira maior comunidade de brasileiros no exterior, em torno de 180 mil pessoas. O Japão é o sexto maior parceiro comercial brasileiro e, na América Latina, o Brasil é seu principal aliado comercial.

Em seu discurso, Hélio José enfatizou o desejo de que as relações de amizade entre o Brasil e Japão se prolonguem e ainda fiquem mais fortes. “ A iniciativa é uma justa homenagem aos que nos tem permitido avançar em tecnologia, em desenvolvimento e, principalmente, na harmonia entre os povos. Só há motivos de júbilo para esse feliz encontro de culturas, Esperamos, sobre tudo, que a harmonia que tem marcado essas relações sirva como um parâmetro para que o mundo inteiro repense a forma de tratar os movimentos migratórios que hoje fervilham, principalmente na Europa”, frisou.

O embaixador Kunio Umeda agradeceu a iniciativa do senador Hélio José pela celebração. Pessoalmente, disse sentir muito orgulho em razão de muitos nipo-brasileiros, em diversas áreas, estarem contribuindo para o desenvolvimento do país.

A sessão foi presidida pelo senador Jorge Viana (PT-AC), contou com a presença, entre os convidados, do embaixador do Japão no Brasil, Kunio Umeda. Após a execução dos hinos dos dois países, por uma dupla de músicos do Corpo de Bombeiros do Distrito Federal, apresentou-se o grupo Matsuri Daiko Brasília de Tambores,cultores de tradição que engloba instrumentação percussiva e dança, originária da região de Okinawa, do sul do Japão.

Fotos: Renan Araujo

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA